Veja a evolução da comunicação interna nas empresas

Google+ Pinterest LinkeIn Thumblr +

Manter os funcionários bem informados sobre suas obrigações diárias é fundamental para que eles estejam sempre engajados com o trabalho. Uma das melhores formas de fortalecer os canais de diálogo com os colaboradores é aliar a comunicação interna nas empresas com a tecnologia.

Antigamente, memorandos e murais cumpriam bem o papel de informar as equipes. Hoje, no entanto, esses recursos precisam ser apoiados por soluções inovadoras de comunicação, que garantam maior atratividade, dinamismo e agilidade às mensagens propagadas. Assim, as organizações tendem a cativar seus profissionais e reter talentos mais facilmente.

Pensando nisso, elaboramos este artigo. Conheça a seguir as principais tendências tecnológicas de comunicação interna nas empresas!

Funcionalidades sociais

Se você ainda não implantou uma rede social corporativa ou, pelo menos, algum tipo de ferramenta social na sua companhia, provavelmente precisará fazê-lo em breve. A maioria das plataformas de intranet atuais podem oferecer essa experiência.

O uso da comunicação interna precisa conceder um ponto de apoio ao âmbito dos funcionários transformando-o em vantagem competitiva para o empreendimento, a fim de agilizar processos e aumentar a eficiência.

Nos últimos anos, grande parte dos fornecedores de TI têm massivamente apontado para a consolidação de sistemas colaborativos integrados, em vez de incluir aplicabilidades sociais aos programas existentes.

Os utilitários de colaboração via SaaS (Software as a Service) se consolidarão ainda mais e trarão mais produtividade ao ambiente corporativo.

Aplicativos empresariais

Uma das estratégias utilizadas para disponibilizar informações para quem realmente deve recebê-las é por meio dos apps de Business Intelligence (BI), recursos geralmente implantados por equipes de TI. Com softwares específicos, que detectam tendências de conduta dos colaboradores, a informação chega de maneira personalizada.

Existem ainda aplicativos focados na execução de tarefas, como o Slack e o Trello, que organizam rotinas e favorecem a interação entre equipes de profissionais que estão envolvidos nos mesmos projetos.

E-mails inteligentes

O uso convencional do e-mail está chegando a um grau crítico de esgotamento. Isso porque gasta-se muito tempo com conteúdos irrelevantes, envios equivocados e spams.

O objetivo é mudar o foco das mensagens para os colaboradores. Com isso, o fluxo de atividades se torna mais dinâmico e eficiente, sobretudo com a integração inteligente do e-mail e das diversas outras funcionalidades que estão presentes nos sistemas de comunicação das empresas.

É necessário que o envio desse tipo de informação seja feito de forma customizada, centralizado no usuário. Afinal, os funcionários querem localizar e focar em conteúdos relevantes, a fim de construir relacionamentos de trabalho mais sólidos e gerar melhores resultados.

Segmentação de informações

Para chegar a esse nível de eficiência, é preciso considerar os diferentes públicos internos na hora de elaborar o plano de comunicação interna. Afinal, não tem como enviar as mesmas mensagens e formatos para um diretor e um atendente, por exemplo.

As atuações e os interesses, em geral, são diferentes. Logo, é importante considerar que cada perfil profissional precisa receber informações compatíveis com a sua função na empresa, utilizando o vocabulário mais adequado para o momento.

Máquinas para auxiliar no atendimento

A inteligência artificial está cada vez mais avançada e capaz de ajudar as companhias na interação com o seu público, e, em 2019, a utilização de sistemas help desk será ainda mais evidente. Contudo, isso não banirá a atividade humana, e sim deixará os serviços mais simples, além de servir como suporte para que os profissionais de atendimento consigam resultados mais satisfatórios e otimizem o seu tempo.

Em breve, o desejo do cliente interno por um atendimento cada vez mais personalizável será um dos grandes destaques do help desk. Em vista dessa realidade, uma das maiores prioridades dos gestores de atendimento nesse momento é desenvolver novas ferramentas para oferecer uma experiência memorável, a fim de aumentar a fidelização de colaboradores.

Vídeos para maior interação e envolvimento

Quando o assunto é comunicação interna nas empresas, os vídeos estão em alta. Cativantes e dotados de vantagens que outros canais de contato não conseguem oferecer em simultâneo, como imagens, textos e sons, esse canal atrai a atenção da equipe, que passa a assimilar melhor as informações.

Comemorações, comunicados importantes, falas de diretores e treinamentos são só algumas ações que podem ser difundidas com um vídeo. Por isso, inclua esse recurso no seu mix de canais internos. Desfrute das maravilhas oferecidas pela tecnologia audiovisual.

Influenciadores internos

Já não é novidade o tanto que os digital influencers transformaram o nosso modo de consumo. No entanto, esse poder de estimular comportamentos é próprio das pessoas e funciona muito bem fora das mídias sociais.

Identificar influenciadores entre os colaboradores é uma tendência de comunicação que pode modificar a forma de interagir com o público interno.

Realize um levantamento e elabore um projeto para munir esses profissionais com as informações relevantes que você deseja disseminar. Não se esqueça de prezar a informalidade, pois dessa forma tudo flui naturalmente.

Mobile para todos

A rápida consolidação dos aparelhos mobile gerou nas empresas o receio da falta de atenção e produtividade. Porém, é perfeitamente possível transformar os celulares em ferramentas ideais para uma comunicação interna mais conveniente.

Os aplicativos de troca de mensagens, a edição de documentos a partir dos dispositivos, o acesso remoto a computadores de trabalho e até as reuniões por videoconferência podem facilitar a comunicação. A intenção é deixar os funcionários mais engajados e propensos a solucionar assuntos de trabalho em qualquer local, a qualquer momento.

Flexibilidade para a comunicação interna nas empresas

Após a chegada da geração millenials — pessoas nascidas entre o período da década de 80 até os anos 2000, que não separam o pessoal do profissional — ao mercado de trabalho, é preciso deixar de lado aquela antiga premissa de que existem vidas distintas dentro e fora da empresa. Afinal, a forma de pensar, os propósitos de vida e as referências de cada indivíduo não mudam depois de passar pela catraca e marcar o ponto.

Se uma das tendências é evoluir o clima organizacional para promover a relação interna, também é necessário deixar os discursos menos formais. Algumas companhias já permitem o uso da linguagem da internet: emojis, gírias, hashtags e memes. Quanto mais essa integração for propagada, mais fácil será desenvolver vínculos com os colaboradores. O cuidado fica por conta de saber dosar em quais ocasiões estes recursos serão positivos.

Viu só como a comunicação interna nas empresas está evoluindo constantemente, e para melhor? Se você ficar atento às mudanças e estudar a viabilidade de cada uma delas, certamente saberá como melhorar o relacionamento entre todos os envolvidos no processo.

Se você gostou deste conteúdo e deseja ficar por dentro de novidades sobre temas relacionados, siga nossas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e no Twitter!

Receba os melhores conteúdos sobre atendimento diretamente no seu e-mail, cadastre-se!

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixar uma resposta